Review: If My Favorite Pop Idol Made It to the Budokan, I Would Die


O My Anime List tem mais de 100 animes yuri, o romance entre garotas. Mas se você espia as notas... Desanima. Piora que parte considerável parece coisa de lolicon. Então deu trabalho até achar alguma coisa pra assistir, mas eu encontrei. Então hoje a gente vai falar sobre Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu, Ou If My Favorite Pop Idol Made It to the Budokan, I Would Die


OshiBudo para os mais chegados

Desde que eu assisti Idolish7, os animes sobre idols me perseguem com frequência, risos

Uma garota (Eripiyo) é obcecada pela idol menos relevante (Maina) de um grupo não tão popular (ChamJam). Essa é a premissa do anime. Ela diz que morreria se um dia o ChamJam se apresentasse no Budokan, a icônica arena japonesa que na vida real já viu shows de gente como Iron Maiden, Queen e Mr. Big. E eu que vim pelo yuri, acabei ficando pelo carisma esquisito desse anime.

Yuri? Nem tanto

Yumeri (esquerda) e Maki (direita). Eu realmente gostei delas

OshiBudo faz pouquíssimo para merecer a tag de yuri. Ok, a relação mais íntima entre duas integrantes do ChamJam é óbvia, e não precisa ser tão inteligente pra pescar as dicas. Fora isso, o anime apenas brinca com as possibilidades da Maina sentir algo a mais pela Eri, mas nunca mergulha de cabeça. Em vez disso, existe um foco dedicado a comédia e algumas coisas que eu até não esperava. Foi curioso.

Quem diria

Eripiyo e os amigos durante um show. Esse é o nível da tietagem dela, heh

Existe um esforço válido em retratar o universo dos fãs de idols, os wota. Mesmo que o ChamJam seja um grupo pequeno, a devoção dos fãs é enorme, de sempre estar nos shows, eventos, de incentivar as meninas e gastar dinheiro com a sua favorita. Então tem vários momentos cringe típicos de tiete, mas com um humor carismático.

O anime não aprofunda o dilema de um grupo de idols com empregos comuns, mas que não desiste da música, mas ele dá umas pinceladas. Ele também não foge do amor que pode acabar virando egoísmo. Achei muito bom OshiBudo tocar no tema eu gosto dela e quero que mais gente seja fã, mas se mais gente virar fã, eu deixo de ter ela só pra mim.

E o "casal" principal?

As interações delas são muito boas... Mas podia ter sido tão melhor

Eu adoro a Eripiyo, pois ela virou fã da Maina no estilo amor-a-primeira-piscada. E ela é doida, do tipo que os próprios amigos wota questionam a sanidade várias vezes. Esse exagero rende vários momentos engraçados por causa do contrate: a Maina é a integrante menos relevante do ChamJam, mas aos olhos da Eripiyo ela é a Madonna moral.

Já a Maina é talentosa, porém quieta, tímida e insegura - que faz ela virar fofa aos olhos da Eripiyo. Pelo anime criar toda essa aura, ela é uma pessoa que você quer ficar perto e proteger. 

Então

Já que não tem tem yuri, Kumasa (esquerda), Motoi (centro) e Eri carregam o anime com muito bom humor

Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu é simpático e frustrante ao mesmo tempo. Pelo que o anime é, você se diverte, ri, curte uma música, curte a misturinha de humor, música e slice of life. Nesse sentido ele até que cumpre o seu trabalho.

Agora como yuri ele é muito fraco em quantidade e qualidade. Bird Wing: Golfs' Girls Story, por exemplo, tem um bait muito maior e melhor, e o anime nem é catalogado como yuri. Por isso eu digo "casal", com aspas, pois a coisa nunca vai pra frente de fato. Se foi por medo é uma pena, pois existe anime de yuri muito pior, tipo Citrus. Não ficaria pior do que isso.

Piora por causa do último episódio: esses animes raramente tem segunda temporada, e OshiBudo não foge da regra. Mas o anime termina com a história em aberto, onde você entende o que aconteceu, mas ele não te mostra. Sendo que era justamente essa a motivação principal desde o começo. A sensação é de ter sido enganada, de certa forma.

E aí?

Achei justo terminar o review com essa imagem

Se você não tem nenhum anime para assistir, dá pra matar o tempo vendo OshiBudo. Não assista com expectativa nenhuma. Assim a sua frustração deve ficar ser menor que a minha. Mas é aquilo: alguém tinha que assistir e te avisar se a groselha vale a pena, né? Então cá estamos.

Postar um comentário

0 Comentários