Lembra dele? Winamp, o clássico player MP3, está de volta

 

Depois de quatro anos em desenvolvimento, o Winamp está de volta. No final de julho o clássico player MP3 viu o lançamento da versão 5.9 no fórum oficial. Embora a lista de novidades possa não parecer grande, o grande destaque é a compatibilidade com o Windows 11.


A publicação no fórum explica que o usuário final pode não ver grandes mudanças no software, mas que o maior desafio foi migrar todo o projeto do Visual Studio 2008 para o 2019, "e fazer com que tudo fosse construído com sucesso”. O post acrescenta que com as bases lançadas, os desenvolvedores podem focar em recursos adicionais.

Uma onda de nostalgia

Em tempos onde era fácil ripar um CD para MP3, e baixar músicas em softwares como eMule e Limewire, o Winamp era o queridinho dos usuários para ouvir música, e um grande rival do Windows Media Player. Lançado em 1997, o software foi comprado pela AOL e 1999, mas logo foi sendo deixado para trás por novos serviços como iTunes Music Store.

A AOL encerrou o desenvolvimento do Winamp em 2013, e vendeu o software para companhia belga de audio digital Radionomy. Um vazamento em 2018 liberou a versão 5.8 do Winamp na internet, forçando os desenvolvedores a lançarem o software antes do previsto.

Também em 2018 correu a informação de que "atualizações substanciais" estavam sendo desenvolvidas, o que levaria a uma versão totalmente nova no ano seguinte.

Voltando para 2022, o site PC Gamer destaca que o novo Winamp possui alguns problemas, como no caso de plugins antigos. O post no fórum oficial destaca que todos os recursos da atualização 5.9 precisam de testes, por isso todo feedback passado pelos usuários será importante.

Via NME

Postar um comentário

0 Comentários