Cyberpunk 2077 recebe preview da tecnologia Ray Tracing: Overdrive Mode


Hoje é o tão esperado lançamento da prévia da tecnologia Ray Tracing: Overdrive Mode em Cyberpunk 2077, e os proprietários de placas GeForce RTX Série 40 poderão multiplicar o desempenho no jogo graças ao poder do DLSS 3 Frame Generation.

Além disso, o DLSS segue a todo vapor em um ritmo vertiginoso, já que Everspace 2 e LEAP saíram do acesso antecipado recentemente com suporte a DLSS 2 e Like a Dragon: Ishin! também recebeu uma atualização de desempenho compatível com a tecnologia.


Iluminando Night City com Full Ray Tracing

O Cyberpunk 2077 da CD PROJEKT RED já é um dos jogos tecnologicamente mais avançados disponíveis, usando várias técnicas de Ray Tracing para renderizar uma enorme cidade futurística com níveis incríveis de detalhes. Agora, o Cyberpunk 2077 mais uma vez elevou o nível com o lançamento da prévia da tecnologia Ray Tracing: Overdrive Mode, que apresenta o Full Ray Tracing, também conhecido como Path Tracing.

A prévia da tecnologia Ray Tracing: Overdrive Mode em Cyberpunk 2077 é um gostinho do futuro do que virá com o Full Ray Tracing, e estamos trabalhando com a CD PROJEKT RED em mais aprimoramentos, correções de bugs e otimizações de desempenho.

Reflexos, sombras, oclusão de ambiente e muito mais foram aprimorados, dando a você um vislumbre do futuro dos gráficos de videogame. O Cyberpunk 2077 utiliza NVIDIA DLSS 3 para multiplicar o desempenho dos jogadores GeForce RTX, permitindo que eles experimentem a majestade de uma Night City totalmente traçada via Ray Tracing.


RTX dentro do jogo realiza entrevista com a CD PROJEKT RED

Para saber mais sobre o novo modo, conversamos com Jakub Knapik, vice-presidente e diretor de arte global da CD PROJEKT RED. Para ler a entrevista completa, acesse nosso artigo Cyberpunk 2077 Ray Tracing: Overdrive Mode ou assista a este vídeo explicativo.


RTX ON: Jogadores GeForce adotam Ray Tracing e DLSS

Em 2018, a NVIDIA iniciou uma revolução nos jogos com o lançamento das placas gráficas GeForce RTX de 1ª geração. Desde o lançamento dos primeiros jogos décadas atrás, a iluminação foi falsificada e vários hacks empregados para aproximar sombras, reflexos e outras propriedades ao mundo real. A GeForce RTX tornou o Ray Tracing automático em realidade, permitindo que os desenvolvedores renderizem reflexos e iluminação de forma realista, tornando seus jogos mais envolventes e divertidos. Com o DLSS 1.0, a NVIDIA inventou uma maneira revolucionária para os jogadores acelerarem as taxas de quadros de diversos games.

Em 2018, haviam apenas 4 jogos RTX, 37% dos jogadores GeForce RTX ativaram o Ray Tracing e 26% ativaram o DLSS 1.0.

Cinco anos depois, a NVIDIA introduziu a 3ª geração RTX com o lançamento das placas de vídeo GeForce RTX Série 40. Agora, o DLSS 3 multiplica o desempenho com a geração de quadros acelerada por IA em 30 jogos. O DLSS 2 acelera as taxas de quadros em mais de 280 jogos e softwares com qualidade de imagem que é tão boa, senão até melhor do que a renderização TAA de resolução nativa. 

NVIDIA Reflex reduz a latência do sistema para uma experiência mais responsiva e agradável em mais de 70 jogos. E novas tecnologias, como Shader Execution Reordering (SER) e Opacity Micromaps (OMM), NVIDIA RTX Direct Illumination (RTXDI) e RTX Global Illumination (RTXGI), permitem que os desenvolvedores criem incríveis efeitos Ray Tracing com taxas de quadros de alto desempenho e muito menos esforço .

Entre os jogadores, os grandes avanços que o RTX fez são bem conhecidos e as integrações mais recentes são usadas pela maioria dos proprietários de placas de vídeo GeForce RTX. Dos milhões de proprietários de GPU de desktop GeForce RTX, 83% dos jogadores da série 40 habilitaram o Ray Tracing e 79% dos jogadores da série 40 aceleraram o desempenho com DLSS em jogos compatíveis com RTX.

A popularidade e a adoção de Ray Tracing e DLSS superaram outros avanços e tecnologias, como 4K, que é usado por 28% dos jogadores, e monitores de jogos com alta taxa de atualização de 144Hz+, que são usados por 62% dos donos de GPUs GeForce RTX Série 40.


Mais novidades para jogos DLSS!
  • Everspace 2 saiu do acesso antecipado com suporte DLSS 2 (já disponível)
  • High on Life recebeu uma atualização de desempenho DLSS 2 (já disponível)
  • LEAP saiu do acesso antecipado com suporte DLSS 2 (já disponível)
  • Like a Dragon: Ishin! obteve uma atualização de desempenho DLSS 2 (já disponível)

Com mais de 280 jogos e softwares aprimorados com DLSS disponíveis hoje, fica claro que o NVIDIA DLSS está sendo adaptado em um ritmo acelerado. Na verdade, o DLSS 3 agora está acelerando o desempenho em 30 jogos lançados, uma taxa de adoção 7 vezes mais rápida que a do DLSS 2 nos 6 primeiros meses de lançamento.

Postar um comentário

0 Comentários