Pokémon Horizons: the Series | Vale a pena assistir?


Pokemon Horizons: the Series chegou cheio de expectativas para corresponder. O que é compreensível, pois o anime marca dois momentos históricos da franquia Pokemon. Mas para quem ficou preocupado se Pokemon Horizons é digno de atenção, a resposta é positiva. Se a primeira impressão é a que fica, Pokemon Horizons dá mais motivos para criar interesse do que desconfiança.

Os fãs de Pokemon viram Ash Ketchum finalmente se tornar um mestre Pokemon, e ao mesmo tempo, deixar o posto de protagonista do anime. Com duas tacadas nos feels ao mesmo tempo, muita gente se questionou o que seria do anime com a introdução dos novos protagonistas.

Sim, Pokemon agora conta com dois protagonistas, que são os jovens Liko e Roy. Além da nova dupla, Pokemon Horizons apresenta aos fãs um novo elenco rico de cores e cheio de carisma. Horizons introduz um novo grupo de antagonistas, os Exploradores, cujo visual já passa mais seriedade do que a Equipe Rocket. Os primeiros episódios não dão a noção exata do tamanho risco que eles representam, mas já fica claro que coisa boa eles não querem.


Pokemon Horizons começa contando a história de Liko, e é fácil sentir empatia pelos dilemas da garota. Ela é insegura, quer achar o seu lugar no mundo, e tem um gato. O fato de Pokemon Horizons escolher o Spirigatito pra ser inicial dela é perfeito, pois gatos são adoráveis filhos da mãe. Isso faz a dinâmica entre Liko e Spirigatito ser meio similar a de Ash e Pikachu no começo, com a vantagem do contexto.

Além de Liko e Spirigatito, Pokemon Horizons apresenta os Trovonautas, um grupo de personagens bacana. Com eles anda uma variedade de Pokemon tipo o maravilhoso Fuecoco, um Snorunt (Hoenn!), e o Capitão Pikachu. Essa foi, aliás, uma ótima forma de manter o Pikachu no anime sem perder o sentido. (Afinal de contas não tem só um Pikachu no mundo, né? Só a Equipe Rocket achava isso)

Pokemon Horizons, a exemplo de todo o anime de Pokemon, com certeza terá muitos episódios. E por causa disso esse começo não é o suficiente para cravar o que será do anime lá na frente. Apesar disso, ele deixa uma boa imagem inicial. Os personagens são bem carismáticos, Liko e Spirigatito já tem uma relação bem fofinha, e a trilha sonora faz cada episódio parecer um filme.

(Já) Vale quantos cafés: ☕☕☕ (4.2 de 5)

Chegou até aqui? Bacana! Aproveite para ler outro "Vale a pena assistir?", dessa vez sobre Dr. Stone: New World.

Postar um comentário

0 Comentários