Review: Matanza Inc. - Retórica Diabólica


A palavra é, desde o início dos tempos, uma arma muito poderosa. Há alguns anos, com o avanço da tecnologia, das redes sociais e as mudanças políticas, ela se tornou 101% mortal. É uma realidade que a gente sentiu ainda mais na pandemia, e foi dela que o Matanza Inc. saiu com o novo álbum Retórica Diabólica.


Este é o segundo álbum da banda, que traz a última formação registrada do Matanza: Marco Donida (guitarra), Jonas Cáffaro (bateria) e Dony Escobar (baixo). Para os vocais, o trio assumiu a bronca de seguir sem a icônica voz de Jimmy London, escalando Vital Cavalcante para a função. Vamos falar sobre ele daqui a pouco.

Retórica Diabólica agrada por ter uma boa comunicação entre os instrumentos, o que faz todo sentido por causa da banda já se conhecer. Apesar desse terreno familiar, o álbum escolhe decide abandonar o famoso countrycore do Matanza. Isso é bom, pois ouvir o álbum mostra apostar num som mais pesado fez todo sentido para o tom das letras.

A bateria é empolgante e não precisa de muito para empolgar o ouvinte. Eu também gosto da segurança que a guitarra tem para conduzir as melodias, e a costura certinha que o baixo faz com notas espertas e fáceis de ouvir. Gosto demais quando o baixo aparece com essa facilidade, porque é um instrumento no qual eu gosto muito.

Como calçar os chinelos que o vocalista Jimmy London deixou? Vital Cavalcante tem um drive natural, que reforça a aura crítica e boêmia das músicas do Matanza Inc. É uma tarefa encardida entrar no lugar do primeiro vocalista de qualquer banda, mas ele deu conta. Vital tem uma energia raivosa com a qual você se identifica muito - tipo em O Som do Pescoço Quebrando.

Mas o que eu gostei mesmo são as letras. Quando tem o nome "Matanza" envolvido, é certo que vai ter letras sem filtro, ideal para o momento atual. Saindo um pouco das histórias de terror, a banda vem para dizer olha, vocês ficam defendendo lado A e B, quando na real tá tudo uma merd*. Bom, o próprio nome do álbum é uma crítica sagaz e atual.


Vale a pena ouvir Retórica Diabólica?


Bastante. O álbum cutuca vários assuntos como manipulação, perspectiva, nostalgia, histórias, religião e até política. Este é apenas o segundo álbum do Matanza Inc., mas a banda mostra que não perdeu o timing para criar música: todo mundo brilha junto e nos momentos solo, enriquecendo o som e mantendo ele porradeiro como o público gosta

Retórica Diabólica é um tipo de análise sobre a sociedade atual dos últimos anos. É um Inferno de Dante, e somado ao som pé na porta e soco na cara do Matanza Inc., o álbum acaba se encontrando tão bem, e sendo tão pertinente. 

Solte o play no álbum completo


Faixas favoritas: Santa Tereza em Nostalgia, Receita Para Fazer InimigosDemônios Estão por Aí

Postar um comentário

0 Comentários