Campanha do 'Snyder Cut' teria sido impulsionada por bots, diz relatório


Segundo um relatório, a campanha dos fãs para o lançamento da versão Zack Snyder de Liga da Justiça foi impulsionada por bots. Lançado em 2017, o filme começou a ser dirigido por Snyder, que no meio da produção abandonou o projeto após a morte de sua filha, Autumn. Em seu lugar a Warner Bros. escalou Joss Whedon para completar o longa.


Com o lançamento, Liga da Justiça teve uma recepção dividida da crítica e fãs. Isso deu vida a campanha para o lançamento do Snyder Cut, a visão do diretor para o filme antes dele deixar o projeto.

Agora, um relatório que investiga a atividade online da campanha, descobriu que pelo menos 13% das contas envolvidas no #releasethesnydercut foram consideradas falsas. Isso é descrito como "bem acima dos 3% que os especialistas cibernéticos dizem que normalmente veem em qualquer assunto popular". O resultado: o relatório afirma que os fãs reais que apoiam Snyder foram “amplificados por um número desproporcional de contas falsas”.

Conversando com mais de 20 pessoas envolvidas no Liga da Justiça original e no Snyder Cut, a Rolling Stone -que obteve o relatório- afirma ainda que Snyder estava “trabalhando para manipular a campanha em andamento” contra a WarnerMedia. O diretor também estaria fazendo o mesmo contra os produtores Geoff Johns e Jon Berg, os quais eles queria que fossem removidos dos créditos do filme.

Snyder negou as acusações e disse que “se alguém” estava manipulando as mídias sociais, era a Warner Bros. “tentando alavancar minha base de fãs para reforçar os assinantes de seu novo serviço de streaming”. (o HBO Max)

Via NME

Postar um comentário

0 Comentários